Neste domingo, estamos celebrando o Dia das Missões. É uma destas raras oportunidades que nós temos para nos conscientizar sobre uma verdade fundamental de nossa fé: nós somos uma Igreja missionária. 
A Igreja de Jesus Cristo, nascida ao redor da mesa da última ceia, fortificada pelo Espírito Santo, no dia de Pentecostes, ela foi enviada para o mundo, por um mandato do próprio Senhor vivo e ressuscitado: “Ide ao mundo inteiro, fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo” (Mt, 28,18).
A palavra “missão” vem do verbo “mittere”, que no seu particípio se apresenta na forma de “missum est”, traduzido por “enviado”. Portanto, desde o dia em que os apóstolos foram enviados ao mundo, podemos dizer que a Igreja é missionária. 
Na Conferência de Aparecida, em 2007, a Igreja da América Latina assumiu com mais consciência e responsabilidade esta sua dimensão missionária. Nós reconhecemos que o cristianismo veio para as nossas terras, graças aos milhares de missionários europeus que para cá se dirigiram ao longo de quatrocentos anos. 
Aqui mesmo, na região de nossa diocese, houve uma evangelização que aconteceu especialmente com os missionários jesuítas que chegaram a partir de 1849. Vieram inicialmente dois padres da Companhia de Jesus. Depois chegaram inúmeros outros jesuítas alemães que se concentravam em São Leopoldo, onde viria a surgir o Seminário Central.
Hoje, graças a Deus, temos um grande número de sacerdotes e ainda muitos seminaristas que nos permitem acreditar em um futuro promissor para a obra vocacional e estamos em condições para abraçar sempre mais a dimensão missionária da Igreja. 
Mas, o Evangelho deste domingo nos mostra exatamente o contrário: os apóstolos pedem a Jesus para ficar pertinho dele, um à direita e outro à esquerda. Podemos afirmar que também entre os apóstolos estava presente a tentação de escolher os melhores lugares e pedir para não ser enviado para mais longe. Mas, assumir a missão é colocar-se à disposição para ser enviado.
Peçamos ao Senhor a graça de podermos sempre mais entender esta mensagem do Dia Mundial das Missões! Rezemos para que toda a Igreja de Jesus Cristo desperte para a Missão! Seremos autênticos na medida em que formos verdadeiros missionários, enviados do Senhor.