O cântico da Santíssima Trindade nas Missas: "Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito Santo, estamos aqui (...) para louvar e agradecer, bem dizer e Te adorar (...)", bem como outros no estilo, de acordo com a Teologia Católica, é uma heresia, pois o correto da Trindade é: "Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo". Mesmo rezado, deve-se dizer "Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo".

Isso foi criado pela mentalidade carismática e hoje em dia uma boa parte, infelizmente, canta e reza errado por culpa deles, que parecem não saber português corretamente, e passa a ter o sentido de três deuses ao invés de um Deus e três Pessoas como é o correto.

A palavra "Nome" indica a substância de Deus. A substância de Deus é uma só. O Filho e o Espírito Santo têm a mesma substância do Pai. São consubstanciais ao Pai. Por isso, também não se repete a palavra "nome" no Glória. 

O segredo divino mais importante da fé que Jesus Cristo nos revelou é o Mistério da Santíssima Trindade. Jesus falou de seu Pai, que é Deus; do Espírito Santo, que também é Deus; e afirmou que Ele e o Pai são uma mesma coisa (João 10, 30), porque é o Filho de Deus. O Pai, o Filho e o Espírito Santo são um único Deus – não três deuses –, porque tem a mesma natureza divina, ainda que sendo três Pessoas realmente distintas.

Que Deus é Um em essência e Trino em pessoas é a revelação de sua vida íntima, maior e mais profundo de todos os mistérios; além de ser o mistério fundamental de nossa fé e de nossa vida cristã. Temos de procurar conhecê-lo e vivê-Lo! O Credo ou Símbolo é a explicação do mistério trinitário: o que Deus é e o que fez por suas criaturas ao criá-las, ao redimi-las e ao santificá-las.

A Trindade, mistério de um só Deus e três Pessoas realmente distintas. Nunca poderemos compreender os Mistérios, porque nós somos limitados e eles nos superam; sem dúvida, temos de tentar conhecê-los cada vez melhor, para que nossa fé seja firme e operativa.

O Mistério da Santíssima Trindade consiste em que, em Deus há uma única essência e três pessoas distintas: Pai, Filho e Espírito Santo, cada uma das quais é Deus, sem ser três deuses, mas um único e só Deus.

Podemos comparar este Mistério com o sol: o sol está no céu e produz luz e calor; a luz e o calor não são distintos do sol. A Trindade é algo parecido: o Filho e o Espírito Santo são iguais em natureza ao Pai, mas são um só Deus. O Pai é Deus, o Filho é Deus e o Espírito Santo é Deus. Três pessoas distintas e um único Deus.