Não sou um homem letrado nem um cientista.

Tento simplesmente ser um homem de oração.

A oração salvou minha vida.

Sem a oração teria perdido a razão.

Se não perdi a paz, apesar de todas as provações pelas quais passei, devo-o à oração que me trou­xe a paz.

Podemos viver alguns dias sem comer, mas nun­ca sem rezar.

A oração é a chave da manhã e a fechadura da noite.

A oração é uma sagrada aliança entre Deus e os homens...

Temos que escolher: dirigir nossa vida na dire­ção do bem ou aliarmo-nos às forças do mal.

Eis meu testemunho pessoal: que cada um tente a experiência e encontrará na oração de todos os dias alguma coisa nova à própria vida.

Essa nova não tem equivalente em nada do mundo.

Dispor o coração para a oração e não encontrar palavras é melhor do que encontrar palavras, sem que estas partam do coração.


A minha arma mais pode­rosa é a oração silenciosa.